NOTÍCIAS > Circuito Feminino Future de Tênis 2012
Ana Clara conquista etapa de Santos e volta aos títulos
09/06/2012 às 15h34

Santos (SP) - Depois de 21 meses sem levantar um troféu de simples, a carioca Ana Clara Duarte comemorou muito a conquista da etapa santista do Circuito Feminino Future de Tênis, disputada neste sábado, na quadra de saibro do Tênis Clube local.

Ex-número 221 do mundo, Duarte derrotou na final a surpresa da semana, a chilena Fernanda Brito, com parciais de 6/2, 3/6 e 6/1. Brito havia eliminado três grandes favoritas, todas brasileiras: Gabriela Cé, Vivian Segnini e Nathaly Kurata.

"Tudo o que eu queria era voltar a me sentir bem na quadra, algo que não estava conseguindo", diz a feliz carioca, que segunda-feira completa 23 anos. "Eu estava treinando bem, mas não repetia isso nos torneios. A final de hoje foi difícil, principalmente porque jogamos a semana toda em quadra fechada e hoje (sábado) finalmente parou de chover".

Ana Clara viveu um grande momento em 2010, quando ganhou um torneio de US$ 25 mil, em setembro, e foi à final de outros dois na Austrália, fechando a temporada como 237ª do mundo. Seis meses depois, atingiu seu melhor ranking, mas uma série de problemas físicos a atrapalharam e sua queda começou.

"Tive um 2011 muito conturbado. Estamos jogando, mas as coisas não aconteciam", explica ela. "Desde janeiro, passei a treinar no Instituto Gaúcho e o título aqui em Santos prova que as coisas não acontecem do dia para noite. Estou colhendo os primeiros resultados e acima de tudo mostra que eu posso me recuperar".

Ele embarcaria ainda na noite deste sábado para a Europa, onde disputará uma série de pelo menos quatro torneios. "Viajo motivada e espero manter o ritmo".

Na decisão de duplas, Eduarda Piai e Karina Venditti ficaram com o título, ao derrotar Gabriela Cé e Raquel Piltcher, por 6/3 e 7/6 (7-4).

A próxima etapa do Circuito Feminino acontece entre os dias 27 de julho e 5 de agosto, no clube Paineiras do Morumby, em São Paulo. O Circuito já passou por Ribeirão Preto, onde Cé foi campeã, e o clube Paulistano, com título da venezuelana Gabriela Paz.